Petrobras reduz preço da gasolina para refinarias pelo terceiro dia seguido

shutterstock Segundo a ANP, preço médio do litro da gasolina para o consumidor final terminou o ano de 2017 em R$ 4,099

Por Brasil Econômico 

Companhia divulgou recuo de 0,9% no preço do combustível para refinarias; variações nos preços buscam um nivelamento com o mercado internacional.

A Petrobras anunciou um novo recuo nos preços da gasolina para as refinarias nesta sexta-feira (5). De acordo com informações divulgadas pela companhia, o combustível ficará 0,9% mais barato. Esta é a terceira vez na semana que a empresa apresenta reduções nos preços. Nesta quinta-feira (4), o preço da gasolina para as refinarias teve queda de 1,4%. Na quarta-feira (3), a redução foi de 0,1%.

No mesmo intervalo, o preço do diesel teve duas altas e uma redução. Para a sexta-feira, a Petrobras divulgou uma redução de 1,2% no preço o combustível para as refinarias. Nesta quinta-feira, houve queda de 1,9%, e na quarta-feira, alta de 0,6%. Segundo a Petrobras, as variações no preço da gasolina e do diesel fazem parte de uma política que busca "convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional".

Para atingir esse objetivo, a companhia adota mudanças frequentes nos preços dos combustíveis. Além de buscar alinhamento com o mercado internacional, a empresa espera evitar a queda da sua participação no mercado interno. Ainda de acordo com a Petrobras, a prática "tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos nossos principais concorrentes para o mercado"

Para Fernanda Delgado, pesquisadora da FGV Energia, a política tem pontos positivos e negativos. "Por um lado, a nova política é acertada, uma vez que demonstra que os preços dos combustíveis flutuam de acordo com o mercado internacional – atraindo possíveis investidores para o downstream brasileiro – e não de acordo com um tabelamento ou congelamento de preços do governo", afirma.

"Por outro, as constantes variações internacionais, influenciadas por múltiplos motivos, torna a variação constante", avalia. De acordo com a Associação Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina terminou 2017 com preço médio de R$ 4,099 para o consumidor final. Ao mesmo tempo, o litro do diesel teve preço médio de R$ 3,326. O repasse do reajuste da Petrobras para os consumidores depende das revendedora e dos postos de combustíveis.

Fonte: IG Notícias - SP