Serra do Facão inicia dois projetos de P&D

Projetos buscam estudar a melhor rota tecnológica para o aproveitamento de resíduos florestais e dejetos bovinos

A Serra do Facão Energia (SEFAC) iniciou dois projetos de pesquisa e desenvolvimento regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os projetos foram apresentados pela FGV Energia e serão desenvolvidos em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Jordão Engenharia Ltda. Responsável pela construção e operação da hidrelétrica Serra do Facão, a SEFAC quer fortalecer sua área de P&D para obter informações destinadas a melhorar a gestão ambiental e dispor de novas tecnologias para aprimorar a eficiência energética.

Um dos projetos busca investigar e selecionar a rota tecnológica mais adequada para o aproveitamento energético integrado dos resíduos de madeiras florestais com os resíduos de madeiras industriais. Para este projeto estão envolvidos, além da FGV, da Jordão Engenharia Ltda e da UFG, também o Instituto SENAI de Química Verde, com previsão de duração de 12 meses.

O outro projeto está focado no aproveitamento energético do biogás a partir de dejetos bovinos e realizado em 24 meses. Ele será executado em uma propriedade rural de Catalão, localizada na “Fazenda Ribeirão”. Nessa propriedade, disponibilizada pela Agropecuária Frezza, em cooperação com a SEFAC, ficará a parte física da pesquisa, onde serão verificados os resultados da adição dos resíduos de processos produtivos da agroindústria local no processo de geração de biogás a partir da biodigestão de dejetos bovinos.

O objetivo é avaliar os efeitos da combinação de resíduos de processos produtivos da agroindústria local, oriundos de fábricas locais de laticínios, abatedouros de bovinos, aterro sanitário e, se possível, também de usinas de álcool e açúcar. Para a execução deste projeto estão envolvidos, além da FGV, Jordão Engenharia Ltda e UFG, também a UENF – Universidade Estadual do Norte Fluminense.

Fonte: Agência CanalEnergia