Sistema Fiep lança primeira especialização em veículos híbridos e elétricos do Brasil

Aulas começam em março e serão 360 horas de curso

Com uma frota de veículos híbridos e elétricos que representa apenas 0,3% da frota mundial, o Brasil ainda busca um caminho para aumentar a participação dos modelos no mercado. Atualmente, existem sete modelos disponíveis no país, mas de acordo com a FGV Energia, de 2011 a 2016, foram vendidos apenas 5,9 mil veículos no período. Para aumentar essa participação, existe a expectativa da fabricação de um modelo híbrido no país a partir de 2020. Isso traz uma oportunidade para a indústria nacional se modernizar a fim de fornecer componentes para fabricantes de veículos híbridos e elétricos situados até mesmo para outros países.

Com o objetivo de contribuir para a preparação dos profissionais desse mercado, as Faculdades da Indústria do Sistema Fiep lançam a pós-graduação em Engenharia de Veículos Híbridos e Elétricos. As aulas da primeira turma começam em março de 2018 e serão 30 vagas disponíveis.

“A especialização lançada pelo Sistema Fiep é inédita a nível nacional e a sua oferta parte da necessidade de formar profissionais aptos a contribuir em projetos de eletrificação, hibridização e conectividade de veículos e, assim, preparar o mercado nacional no que diz respeito a esse novo cenário vivenciado pela indústria automotiva”, explica o coordenador do curso, o engenheiro Welder Siena.

O curso é de 360 horas e terá a duração de 18 meses. O desenvolvimento da matriz curricular contou com a participação de especialistas do Senai no Paraná, da Universidade de São Paulo (USP), Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), Fundação Getúlio Vargas, Bosh e outras empresas do setor.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.faculdadesdaindustria.com.br.

Instituto

Além da pós-graduação na área, o Sistema Fiep está investindo R$13 milhões na construção do primeiro Instituto de Veículos Híbridos e Elétricos do Brasil. O instituto vai funcionar em Curitiba, no Campus da Indústria, e deve ser concluído ainda no primeiro semestre de 2018.

A unidade vai promover cursos de aprendizagem, capacitação, aperfeiçoamento, qualificação e técnicos, tanto para estudantes em formação fundamental e nível médio, quanto para profissionais interessados em se aperfeiçoar em temas específicos, bem como vai apoiar o desenvolvimento de projetos de tecnologia e inovação. Para isso, contará com oito laboratórios modernos, equipamentos de última geração e mais 13 salas que receberão as aulas teóricas.

“A unidade vai formar profissionais aptos a atuar nos processos de fabricação, montagem e manutenção dos veículos e ficará alocada no cerne do ecossistema de inovação do Sistema Fiep, próximo ao Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, aos Observatórios da Indústria e à aceleradora de startups, por exemplo. Um ambiente dinâmico e favorável à moderna educação e à vanguarda tecnológica”, adianta o responsável pelo projeto do instituto, engenheiro Nério Vicente Junior.

O projeto conta com o apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As inscrições para os cursos serão abertas em 2018.

Fonte: Portal Nacional - SP