EPE estima crescimento de veículos elétricos para 360 mil em 2026

Cenário estudado pela EPE aponta para uma participação de 2,5% na frota total, considerando principalmente veículos híbridos.

 

A EPE estima que a frota de veículos elétricos no Brasil chegará a 360 mil em 2026, de acordo com o diretor de estudos de petróleo, gás e biocombustíveis da empresa, José Mauro Coelho. Ainda assim, deve representar apenas 2,5% da frota total. Até o final de 2016, a frota brasileira de veículos elétricos era de 2,5 mil unidades, ou 0,04% da frota total. O cenário considera veículos híbridos, principalmente. 

“O país tem um setor sucroenergético pujante e há uma priorização dos biocombustíveis por parte do governo”, comenta Coelho. O diretor cita o programa RenovaBio, que deve trazer uma “mudança completa no marco regulatório” dos biocombustíveis no país.

Para o diretor da EPE, os veículos puramente elétricos devem ganhar espaço em nichos de mercado, como frotas privadas e serviços de compartilhamento de carros. E a “descarbonização” do transporte no Brasil também deve ocorrer com o uso de biocombustíveis, como o etanol.

Os números foram apresentados nesta quarta-feira (24/05) durante o lançamento do caderno Carros Elétricos, da FGV Energia, no Rio de Janeiro.

Fonte: Brasil Energia