• Painelistas: Décio Odonne – Enauta; Luiz Carvalho – Banco UBS BB; Mariano Ferrari – Repsol Sinopec Brasil; e Raphael Moura – ANP

    Moderadora: Fernanda Delgado - FGV Energia

    O Brasil está bem posicionado no ambiente global em relação à atração de investimentos para o setor de óleo e gás. Entre os vários leilões previstos para o próximo ano, o brasileiro é o maior detentor de recursos que continuam economicamente viáveis, mesmo com preços do Brent abaixo de US$ 35/barril. Dentro desta perspectiva, a FGV Energia convidou para o Webinar: Leilões e Oferta Permanente 2021, mantendo a previsibilidade.

    Por:
    FGV Energia
  • Abertura: FGV Energia

    Painelistas: Lucas Mota - Co-fundador da EnergyC; e Marco Tulio Zanini - Professor da FGV EBAPE

    Patrocínio: Energia Solar

    Apoio: Ergos

    Pensando no novo mundo pulverizado, desinvestido, pandêmico e dinâmico, a FGV Energia se uniu à iniciativa jovem EnergyC, para mostrar ao setor energético oito novos promissores profissionais nas áreas de óleo e gás, biogás e transição energética. Acreditando na união entre o antigo e o novo,  entre o experiente e o recém-chegado, entre o ordinário e o extraordinário, esse compilado de artigos busca mostrar capacidade crítica, análise e maturidade intelectual em jovens profissionais prontos a se lançarem ao mercado de trabalho. E como corolário dessa publicação convidamos para o webinar de lançamento.

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Izabella Teixeira - IRENA; Ligia Schlittler - Tozzini Freire Advogados; Monique Gonçalves - Shell; Silvia Matos - FGV IBRE

    Moderadora: Fernanda Delgado - FGV Energia

    Já está comprovado que mulheres estão mais expostas a eventos climáticos. Sem acesso a soluções sanitárias e de cozinha limpas, milhões de mulheres e crianças enfrentam doenças e morte prematura. Nos países em desenvolvimento, as mulheres que constituem a maioria das pessoas que vivem em extrema pobreza são as mais afetadas pelos déficits de energia e pelos impactos das mudanças climáticas.

    Alcançar uma transição justa e equitativa para um sistema de energia sustentável dependerá dos esforços para lidar com a desigualdade de gênero. E o acesso à energia, por sua vez, contribui para reduzir essa desigualdade. E para tratar desses e outros assuntos ligados a Energia, Política e Economia no feminino a FGV Energia congrega para o debate: ECONOMIA, POLÍTICA E ENERGIA NO FEMININO.

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Fernando da Câmara – Governo do Estado RJ; Jonh Forman - J Forman Consultoria; Marcelo Gomes - Eletronuclear
     
    Moderador: Paulo Cunha - FGV Energia

    FGV Energia, reconhecida em todo o país por sua atuação na área energética, convidou para o webinar “Impacto sócio econômico da retomada de Angra 3”, agendado para o dia 09/11 às 18h pela plataforma Youtube.

    Tópicos abordados:
    Qual o impacto sócio econômico para o Estado do Rio de Janeiro?
    Qual o impacto de Angra 3 para indústria nuclear brasileira?

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Elbia Gannoum - ABEEólica; Heloísa Esteves; Ilana Trombka - Senado Federal; Marina Grossi - Presidente do CEBDS

    Moderadora: Fernanda Delgado - FGV Energia

    As bruxas são consideradas ícones do movimento feminista por terem sido mulheres livres, inteligentes e à frente de seu tempo. Injustiçadas, desacreditadas e assassinadas por serem mulheres, exerciam um contra-poder, afrontando o patriarcado. Atualmente, as mulheres ainda continuam sendo discriminadas e duramente criticadas por lutarem pela igualdade de gênero e a divisão do poder social e econômico, que ainda é predominantemente masculino.

    Por isto, as bruxas representam resistência, força, coragem, mas também a rebeldia na busca de novos horizontes emancipadores (Alambert, Ehrenreich, Menschik, 1997).
    Nós todas hoje, militantes das áreas de energia, política e economia, seríamos, certamente, bruxas. Mas ainda bem que existe o feminismo.

    Para discutir estas e outras bruxarias, a FGV Energia convida para o debate: ECONOMIA, ENERGIA E POLÍTICA NO FEMININO.

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrante: Dr. Ricardo Simabuku - MME

    Em consonância com a indicação de assuntos prioritários apresentada pelos senhores no último encontro, tivemos a honra de contar com Dr. Ricardo Simabuku, com uma apresentação sobre os trabalhos do Grupo de Modernização do Setor Elétrico.

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Felipe Perez - IHS Markit; Fernanda Delgado - FGV Energia; Maiara Folly - Plataforma Cipó; e Paulo Sotero - Wilson Center

    Moderador: Felipe Maciel - epbr

    A alternância de poder nos Estados Unidos pode mudar o eixo da discussão sobre mudanças climáticas e transição energética da Europa para os Estados Unidos. Pode trazer também uma retomada do multilateralismo e o resgate da aliança americana com a Europa.  

    E para o Brasil? Onde queremos ficar? Qual será nosso papel caso haja uma nova reconfiguração de poder? Caso essa agenda multilateral seja resgatada?  

    Para discutir  as atualizações políticas sobre a corrida pela presidência norte-americana, o contexto energético internacional e nacional, e as relações internacionais, a FGV Energia e a epbr convidaram alguns especialistas do setor:

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Bernardo Bezerra – PSR; Giovani Machado – EPE; Luiz Horta Nogueira – UNIFEI; e Ricardo Gorini – IRENA

    Moderadores: Felipe Maciel - epbr; e Fernanda Delgado - FGV Energia

    Há muitos sinais de que a transição energética esteja ganhando velocidade no mundo. Entretanto, transformar a matriz energética mundial, calcada no setor petrolífero, cuja indústria definiu a era contemporânea terá profundas consequências na ordem global. E cada país fará a transição energética que puder, souber e lhe couber. Para essa discussão, a FGV Energia e a IRENA, com apoio da agência epbr, u​niram esforços para congregar os melhores especialistas do setor para discutir qual o papel das energias renováveis na transição energética brasileira.

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Bruno Caselli - ANP; Carlos Rocha - Aliança Navegação; Claudio Mastella - Petrobras; Felipe Lopes - Croda; e Luiz Filippe Fernandez - Bunker One

    Moderadores: Fernanda Delgado - FGV Energia; e Marcus Quintella - FGV Transportes

    Nove meses após a entrada em vigor da regulamentação IMO 2020 (International Maritime Organization) sobre a redução do teor de enxofre para combustíveis marítimos (bunkers), a FGV Energia e a FGV Transportes trazem novamente o tema à discussão para entender quais os avanços foram conseguidos até agora.

    Como as companhias se adaptaram em relação à logística, distribuição, adaptação das frotas, e impactos da Covid-19? Já é possível avaliar os benefícios da implementação dessa nova regulamentação? Todos os centros de abastecimentos têm conseguido acesso ao novo combustível?

    Por:
    FGV Energia
  • Palestrantes: Carmen Migueles - FGV EBAPE; Heloísa Borges - EPE; Michelle Hallack - Inter-American Development Bank; e Vania Carvalho - ExxonMobil

    Moderadora: Fernanda Delgado - FGV Energia

    Dentre tantas oportunidades de aprendizado que surgiram com a pandemia, há uma predominância da fala masculina. Segundo Ilana Trombka, equidade, pluralidade e diversidade são conceitos fartamente expostos nas cartas de valores das organizações, com uma obrigatoriedade uniforme que, ao que parece, se mostra apenas uma formalidade. Infelizmente, só uma minoria consegue realmente entendê-los, e um número, ainda menor, exercitá-lo.

    Por isso e para isso, a FGV Energia convidou mulheres líderes em suas áreas para contribuir e compartilhar suas vozes e seus pontos de vista sobre Economia, Política e Energia.

    Por:
    FGV Energia

Páginas